A lista dos Bilhões! Visual Data; Bilionaires!

A lista visual dos 100 mais ricos do planeta – O brasileiro Eike Batista em 75º, Dirce Camargo em 65º, José
Safra em 85º,
A lista apresenta várias outras informações ao clicar sobre a foto por exemplo

link : http://www.bloomberg.com/billionaires/2013-01-23/aaa/adqda

Veja também o que os 1.426 bilionários poderiam fazer juntos:
http://ummaisoumenos.blogspot.com.br/2013/03/todos-os-bilionarios-do-mundo-1426.html

Moto à prova de chuva!All weather two wheeler

Chamada de Crossbow, esta motocicleta (elétrica) é a primeira para todo tipo de clima ou
estação.Criada pelo industrial e designer Phil Pauley,a Crossbow trás a segurança e
o conforto do motociclista para outro nível. Para preservar o piloto dos rigores do
clima em qualquer condição, a moto vem com uma carenagem que cobre totalmente

a mesma e protege de chuva,neve e mesmo do sol e permite o piloto focar na estrada

à frente sem distrações ou desconforto.
Em baixas velocidades o design único ajuda o piloto a manter estabilidade e controle
total sobre o veículo por permitir uma ótima posição ergonômica dos pés no chassis
da moto.Fica a dúvida se a legislação de nosso país permite rodar sem utilizar o capa-

cete nas ruas e estradas de nosso país.
Para outras informações veja no link:

Crossbow Motorbike is the world’s first true all weather two wheeler.Created by industrial designer Phil Pauley, the Crossbow takes the safety and comfort of motorcyclists to another level. To shield the rider from the elements during all kinds of weather conditions, the motorbike comes with a canopy cover that extends overhead and provides shelter from rain, snow and even the sun and allows the rider to focus on the road ahead without being distracted or discomforted.
The extreme all-weather vehicle still offers riders all the thrill of a two-wheeler and even maximizes the bike’s aerodynamics by allowing it to cut through the air more smoothly during high speed engagements.

At low speeds, the unique design helps the rider maintain stability and full control over the vehicle by allowing them to comfortably place their feet in an optimum ergonomic position. The beautifully styled automatic canopy adds to the rugged appeal of the all-weather bike and makes it perfect for urban environments, leisurely weekend drives through the countryside as well as the racetrack.

Complete with a windscreen wiper as well as a heating element, the basic comforts of a roof add to the thrill of motorbike riding and the white knuckle ride ushers in a new breed of electric motorcycles that are masculine and stylish and stand out from the crowd. With the retractable canopy protecting you from all sides, you can also drive without helmet at low speeds and your dates will appreciate not being asked to suffer the horrors of helmet hair.

Bombeiros: o mesmo espírito em todos os lugares!Firefighters have the same spirit in all world!

Se o ´desafio é salvar alguém, bombeiro de verdade não pára em nenhum obstáculo. Veja este exemplo. Fire truck drives through flood waters in Eltham (Melbourne Australia) on Christmas Day 2011. O caminhão é um Isuzu.É bom este caminhão hem??

Palmada é lei…confisco dos filhos pelo estado.

Texto copiado do blog:
http://opica-pau.blogspot.com/2010/08/o-confisco-dos-filhos-pelo-estado.html#comment-form

O confisco dos filhos pelo Estado

O neném, de um ano, gatinha pela sala desbravando novos mundos que lhe vão ampliando o conhecimento, aproveitando o descuido dos adultos engajados em animada conversa. Após alguns metros de percurso, dois buraquinhos numa tomada lhe atiçam a curiosidade.

O que será isso? É a pergunta que lhe vem ao espírito, imersa, é verdade, na nebulosidade mental própria à sua muito tenra idade. Que tal enfiar ali o dedo para apalpar e compreender do que se trata?

Zeloso, por uma segunda natureza, o olhar materno detecta a situação que ameaça o juveníssimo e intui a iminência de um acidente. Célere, ainda sentada, a mãe procura evitar o perigo.

“Nãããooo. Não coloque o dedinho aí que você leva um choque.”

Estacando e voltando seus olhos para a mãe, sem compreender direito, mas intuindo as palavras de advertência, olha de novo os buraquinhos da tomada e volta a olhar a fisionomia vigilante da mãe.

Desagradado pela interrupção da sua exploração, sobretudo movido pela curiosidade que o domina, o neném resolve continuar sua investida. Volta-se para os buraquinhos decidido a introduzir num deles o dedinho. Nova advertência, nova parada, nova recusa, nova tentativa.

A curiosidade invencível não o abandona, e ele não cede. “Vou colocar meu dedinho no buraquinho.” Resolve e avança.

Percebendo que suas advertências foram insuficientes, a mãe opta por empregar um recurso que poupe ao filho querido um desastre e lhe grave eficazmente o ensinamento na memória. Dá-lhe uma ponderada, mas não fictícia, palmada.

O neném chora (um choro nem sempre isento de tática psicológica), porém mais por perceber o desagrado da mãe do que pela dor do golpe.

Durante ulterior incursão, vê-se de frente aos dois buraquinhos. Vem a curiosidade, vem o desejo de introduzir o dedinho, mas vem também a lembrança da palmada. Ele desiste e se resigna a não introduzir o dedinho. Continua o seu caminho, ileso.

Por que ele conseguiu não colocar o dedinho na tomada?

A atitude da mãe indicando reprovação e zelo, somada à palmada (punição pela desobediência), deram-lhe uma força de auto domínio que ele não tinha. Além de incutir um senso de justiça verdadeiro, embora muito elementar.

Bendita palmada que, sendo equilibrada e justa, ajudou o pequeno a dominar-se e a vencer-se a si próprio.

Bendita a mãe que soube formar o seu filho ensinando-o a dominar-se e a dizer não a si mesmo, pois sem isso é impossível viver bem e ser bom. Esta mãe amou o seu filho.

Ninguém tem condições mais privilegiadas para fazer isso do que a mãe e o pai, no âmbito do lar. O governo jamais conseguirá proporcionar aos pequenos um ensinamento de tal qualidade, tão eficaz.

A lei contra as palmadas introduz dentro de casa um “olhar soturno do governo” que ficará perpetuamente entre os pais e a criança como um protetor dela contra eles. Criará a impressão de que, no fundo, os pais são maus e o Estado é bom. Salta aos olhos que o verdadeiro dono dos filhos será o Estado..

Pasmo ao imaginar que o Estado, favorável ao aborto, vira protetor dos filhos contra os pais!

Aliás, já existem leis preconizando a permanência dos filhos doze horas na escola logo a partir dos 3 ou 4 anos de idade. É a formação estatal, comunitária, igualitária, que torna a família desnecessária e a transforma em mera “chocadeira” para novos cidadãos.

Assim, o ditatorial PNDH 3 vai sendo executado sub-repticiamente visando jogar o Brasil no comunismo mais radical. Não nos iludamos, estamos na rampa para o abismo.

É preciso ser herói e não deixar-se arrastar.

obs: eu concordo e você?