Comprou por U$ 3,00 vendeu por U$ 2,2 milhões!! Turn $3,00 in $2,2 million

Família comprou este pote (?) em uma “Feira de Garagem” em New York (Nova Iorque) e pagou $ 3,00 (três dólares) pela peça. Ao consultar experts em peças antigas, levaram um susto: O pote tinha mais de 1.000 anos, pertencia a Dinastia Chinesa Northern Song, que governou a China do ano 960 até 1.127. Outra peça similar somente no Museu Britânico, no mesmo lugar há 60 anos. Os leiloeiros da Sotheby’s disseram que o pote estava com a família desde 2007 e que conseguiram $ 2,2 milhões de dólares pela peça…nada mal para algo esquecido num canto da casa…
Do site :http://usnews.nbcnews.com

A Chinese bowl that a New York family picked up for $3 at a garage sale turned out to be a 1,000 year old treasure and has sold at auction for $2.2 million
Sotheby’s said the bowl was from the Northern Song Dynasty, which ruled China from 960 to 1127 and is known for its cultural and artistic advances.The auction house said the only other known bowl of similar size and design has been in the collection of the British Museum for more than 60 years.


A lista dos Bilhões! Visual Data; Bilionaires!

A lista visual dos 100 mais ricos do planeta – O brasileiro Eike Batista em 75º, Dirce Camargo em 65º, José
Safra em 85º,
A lista apresenta várias outras informações ao clicar sobre a foto por exemplo

link : http://www.bloomberg.com/billionaires/2013-01-23/aaa/adqda

Veja também o que os 1.426 bilionários poderiam fazer juntos:
http://ummaisoumenos.blogspot.com.br/2013/03/todos-os-bilionarios-do-mundo-1426.html

Honda City brasileiro – QUE VERGONHA!

Enviado pelo amigo Luiz F. G.

Notícia completa no site abaixo:

http://carplace.virgula.uol.com.br/honda-city-brasileiro-e-lancado-no-mexico-com-preco-inicial-de-r-25-800-como-e-possivel/

Honda City brasileiro é lançado no México com preço inicial de R$ 25.800 – Como é possível?

A Honda lança no México o novo City. O sedan brasileiro, produzido na fábrica da Honda localizada em Sumaré – SP, chega ao mercado mexicano com apenas duas importantes diferenças: a primeira é a entrega mais equipamentos desde a versão de entrada e a segunda é o preço equivalente a menos da metade do cobrado no Brasil.

No México, todas as versões são equipadas com freios à disco nas quatro rodas com ABS e EBD, airbag duplo, ar condicionado além dos vidros, travas e retrovisores elétricos
. O motor é o mesmo que equipa a versão vendida no Brasil, ou seja, um 1.5 litro que entrega 116 cv de potência.
Por lá, a versão de entrada será oferecida por 197 mil pesos mexicanos, o que equivale a cerca de R$ 25.800. No Brasil, o City LX com câmbio manual (versão de entrada) que não conta com freios ABS, tem preço sugerido de R$ 56.210.

Mesmo lembrando que Brasil e México possuem um acordo comercial que isenta a cobrança de impostos de importação, fica a pergunta: Como é possível um carro fabricado no Brasil ser vendido,comlucro,por menos da metade do preço em outropaís?
Impostos, impostos,impostos…a situação não começou neste nem no governo anterior…já vem a muito tempo e a reforma tributária?…só quando tivermos um governo de coragem.