o sentimento chamado "amor".


Não se compra em farmácia… tarja preta? Bem os efeitos são perigosos, pois é um sentimento que se mal conduzido faz a pessoa manipular,exigir, vitimizar, culpar,ter ciúme, dar para receber, silenciar e até castigar…

Em vez de compreensão pode nos levar ao conflito.Ao invés de nos abrirmos ocorre o contrário, nos fechamos.Tudo isso inconscientemente…

O “remédio” acima pode variar em três formas, qual é a sua necessidade?
Prestar atenção a que tipo de amor quer receber para preencher vazios e necessidades:

Amor bondoso – esta ligado à ternura e ao cuidado dos outros.Visualizamos facilmente como sendo o amor de mãe…Representa nossa capacidade para cuidar e procurar o bem – estar do
outro.Muitas vezes é desequilibrado por só cuidar.

Amor valorativo – esta ligado à beleza, aos ideais…É um amor de pai…Se expressa valorando e
admirando outro, em contato íntimo com o próprio ideal do amor.Em seu extremo é desconectado.

Amor prazer – esta ligado aos sentimentos e à capacidade de gozo. O amor que se
expressa na brincadeira, na espontaneidade ,na satisfação dos desejos e conseguir o bem-estar.
Levado ao seu extremo é egoísta.

Para você assistir com seu amor…ou mandar para ela…see it with your girlfriend…

à quoi ça sert lámour? (Edith Piaf & Theo Sarapo )

Para quem gostou…a letra tradução do francês:

Pra que serve o amor

Pra que serve o amor?
A gente conta todos os dias
Incessantemente histórias
Sobre a que serve amar?

O amor não se explica
É uma coisa assim
Que vem não se sabe de onde
E te pega de uma vez

Eu, eu escutei dizer
Que o amor faz sofrer
Que o amor faz chorar
Pra que se serve amar?

O amor, serve pra que?
Para nos dar alegria
com lágrimas nos olhos
É uma triste maravilha

No entanto, dizem sempre
Que o amor decepciona
Que há um dos dois
Que nunca está contente

Mesmo quando o perdemos
O amor que conhecemos
Nos deixa um gosto de mel
O amor é eterno

Tudo isso é muito lindo
Mas quando acaba
Não lhe resta nada
Além de uma enorme dor

Tudo agora
Que lhe parece “rasgável”
Amanhã, será para você
Uma lembrança de alegria

Em resumo, eu entendi
Que sem amor na vida
Sem essas alegrias, essas dores
Nós vivemos para nada

Mas sim, me escute
Cada vez mais eu acredito
E eu acreditarei pra sempre
Que é pra isso que serve o amor

Mas você, você é o último
Mas você, você é o primeiro
Antes de você não havia nada
Com você eu estou bem

Era você quem eu queria
Era de você que eu precisava
Eu te amarei pra sempre
E a isso que serve o amor.