Homem com mais de 100 anos termina a maratona!100 years old man complete a full distance marathon!

Fauja Singh garantiu um lugar no Guinness World Book of Records no domingo, no Scotiabank Toronto Waterfront Marathon.

Aos 100 anos de idade, realizou uma façanha incrível, completando a cansativa maratona de 42,195 quilômetros, e se tornar a pessoa mais idosa  a completar uma maratona completa .
Singh levou mais de oito horas para cruzar a linha de chegada – mais de seis horas depois do representante do Quênia, Kenneth Mungara que venceu  o evento pelo quarto ano consecutivo – e ele foi o último competidor a completar o percurso.
“ele está muito feliz”, disse o técnico e tradutor Harmander Singh.
“Ele esta  absolutamente feliz”.
Embora os trabalhadores  do evento já tivessem desmanchado  as barricadas ao longo da linha de chegada e tirado os  banners dos patrocinadores, Fauja Singh fez o seu caminho até a final tendo um multidão de jornalistas, familiares, amigos e simpatizantes ,estavam lá quando Fauja Singh entrou para a história da maratona .
E Fauja Singh, que só fala Punjabi, também surpreendeu-se. Através de seu intérprete, ele disse que havia estabelecido uma meta de terminar a corrida em cerca de nove horas.
“Ele disse que conseguiu isso com a ajuda de Deus, mas até mesmo Deus deve estar ficando cansado de ajudá-lo”, disse Singh Harmander.
Esta foi a oitava  maratona de Fauja Singh – ele correu sua primeira com a tenra idade de 89 – e não foi a primeira vez que ele estabeleceu um novo recorde. No caso de Toronto de 2003, ele estabeleceu a marca na categoria 90-plus, terminando a corrida em cinco horas 40 minutos e um segundo.
E na quinta-feira em Toronto, Fauja Singh – cujo primeiro nome significa soldado – quebrou recordes mundiais para os corredores com mais de 100 em oito diferentes distâncias que variam de 100 metros a 5.000 metros.
Fauja Singh, carinhosamente apelidado de Tornado turbante, começou a correr cerca de 20 anos atrás, depois de perder sua esposa e filho. O centenário disse que está feliz em ver mais minorias participando de eventos como maratona e espera seu próximo projeto : vai participar no revezamento da tocha para os Jogos de Verão Londres 2012.
Fauja Singh carregou a tocha durante o revezamento de Atenas-2004.

“Fauja Singh secured a spot in the Guiness World Book of Records on Sunday at the Scotiabank Toronto Waterfront Marathon.

The 100-year-old accomplished an amazing feat, completing the gruelling 42.195-kilometre marathon and becoming the oldest person ever to complete a full-distance marathon.
It took Singh over eight hours to cross the finish line — more than six hours after Kenya’s Kenneth Mungara won the event for the fourth straight year — and he was the last competitor to complete the course. But his time wasn’t nearly remarkable as the accomplishment itself.
“Beating his original prediction, he’s overjoyed,” said coach and translator Harmander Singh. “Earlier, just before we came around the [final] corner, he said, ‘Achieving this will be like getting married again.’
“He’s absolutely overjoyed, he’s achieved his life-long wish.”
Although event workers dismantled the barricades along the finish line and took down sponsor banners even as Fauja Singh made his way up the final few hundred metres of the race, a throng of media, family, friends and supporters were there when Fauja Singh made marathon history.
And Fauja Singh, who only speaks Punjabi, also surprised himself. Through his interpreter, he said he had set a goal of finishing the race in about nine hours.
“He said he achieved this through the help of God but even God must be getting fed up of helping him,” Harmander Singh said, drawing chuckles from assembled media after the race.
Sunday’s run was Fauja Singh’s eighth marathon — he ran his first at the tender age of 89 — and wasn’t the first time he set a record. In the 2003 Toronto event, he set the mark in the 90-plus category, finishing the race in five hours 40 minutes and one second.
And on Thursday in Toronto, Fauja Singh — whose first name means soldier — broke world records for runners older than 100 in eight different distances ranging from 100 metres to 5,000 metres.
Fauja Singh, a five-foot-eight, 115-pound British citizen and vegetarian, looked tired and spent following the race and organizers gingerly assisted him to the post-event news conference. After receiving gentle massages to his legs and calf muscles as well as cups of water from members of his entourage, Singh leaned back on a couch and spoke little to start the news conference.
But a short time into it, he began looking remarkably relaxed and fresh with his hands clasped behind his head. Then, he abruptly sat up straight and with a smile, motioned for the microphone, obviously getting his second wind.
“He says he’s recovered now so he’s going to talk,” his translator said, again drawing laughter.
Fauja Singh, affectionately dubbed the Turbaned Tornado, began running roughly 20 years ago after losing his wife and child. The five-foot-eight centenarian said he’s happy to see more minorities taking part in such marathon events and is hopeful his next project will be participating in the torch relay for the 2012 London Summer Games.
Fauja Singh carried the torch during the relay for the 2004 Athens Games.
Race director Alan Brookes struggled to find the right words to describe Fauja Singh’s remarkable accomplishment.
“I’m speechless,” he said. “Fauja Singh is a remarkable human being.”

Ciclista brasileira vence o RACE ACROSS AMERICA

Daniela Genovesi, brasileira de 41 anos, mãe de três filhos, professora de Educação Física, venceu neste domingo a RAAM – edição de 2009.
Primeira latino-americana a vencer e completar esta prova nada fácil, pedalou sem parar os mais de 4.800 quilômetros (mais distante que de Porto Alegre a Manaus)pedalando 20 horas por dia, durante 12 dias…uma máquina e brasileira!.
Leia mais sobre a atleta :http://ummaisoumenos.blogspot.com/search?q=brasileira
Os “Parabéns” para Daniela do nosso humilde blog aqui do sul que acompanha sua trajetória conforme nossas postagens anteriores.

Daniela Genovese, Brazil’s 41 years, mother of three children, a teacher of Physical Education, won Sunday the RAAM – edition 2009.
First Latin American to win this important race and make easy, non-stop pedaling the more than 4,800 kilometers (farther than the Porto Alegre – Manaus) cycling 20 hours a day for 12 days … a machine and Brazilian!.Congratulations we all are proud of You Daniela !

Daniela – uma super atleta ! (atualizado para junho de 2009)

dica de postagem: meu amigo Charlie dos Estados Unidos da America.
this post came by e-mail from my friend Charlie – USA.


Uma super atleta e brasileira:

http://www.danigenovesi.com.br/noticias_texto.php?a=2

atualizado em junho/09 após brilhante vitória:
http://www.danigenovesi.com.br/noticias_texto.php?a=25

Professora de educação física formada pela Universidade Gama Filho
3 Vezes campeã brasileira de Body Board.
Campeã Mundial e Européia de Jiu-Jitsu.
Desde 2000 compete no MTB, ciclismo de estrada e esportes ao ar livre, incluindo corridas de aventura e canoagem.
Vários títulos brasileiros e internacionais em diferentes modalidades esportivas.
Vencedora da World Cup de Ciclismo de Ultra-distância 2008, o que a credenciou como a primeira atleta sul-americana a participar no Race Across America 2009, competição de ciclismo que atravessa os Estados Unidos de costa a costa.
O Desafio 24 Horas 2008, reuniu nos dias 15 e 16 de novembro em Fortaleza, os melhores ultramaratonistas brasileiros e estrangeiros, bem como nomes consagrados do ciclismo nacional. O desafio é parte da World Cup de Ciclismo de Ultra-distância e foi seletiva para Race Across America 2009, famosa competição de ciclismo que atravessa os Estados Unidos de costa a costa.
OBS:28/06/09 17:31
Dani Genovesi entra para a história do ciclismo mundial
Brasileira é a primeira latina-americana a completar a prova de ciclismo mais dura do mundo!A ciclista carioca Daniela Genovesi, de 41 anos, entrou para a história do esporte nacional ao vencer a Race Across America, a prova mais dura do ciclismo mundial, na qual os atletas têm de pedalar por mais de 4.800 quilômetros de costa a costa nos Estados Unidos. Primeira latina-americana a conseguir se classificar para a RAAM, Dani, que largou em Oceanside, na Califórnia, chegou a Annapolis, em Maryland, na manhã desde domingo, após 11 dias, 17 horas e oito minutos, pedalando cerca de 20 horas por dia. Há dois anos que nenhuma mulher conseguia completar a prova no prazo máximo de doze dias. Até o meio da tarde, a americana Janet Christiansen, ainda estava na TS (posto de controle) 50, restando ainda mais de 100 milhas para ela completar o percurso.

Na categoria solo feminino, a vencedora foi a carioca Daniela Genovesi que percorreu 42 voltas em 546 quilômetros. Daniela quebrou o recorde de 30 voltas, da atleta Paula Fernandes e se tornou a primeira brasileira a conquistar uma vaga no Race Across América.