Uma pequena árvore de 388 anos

Este bonsai japonês- Pinheiro Branco, plantado em 1625, sobreviveu aos estragos do tempo e guerra atômica. Foi plantado em Hiroshima, Japão, quando os EUA lançaram uma bomba atômica sobre essa cidade em 6 de agosto de 1945. O então proprietário descreveu a experiência:

Naquele dia, Shigeru disse que todos os membros da família (seus avós e seu pai ) estavam dentro de sua casa. A bomba explodiu a cerca de três quilômetros ) do complexo da família. A explosão estourou todas as janelas de vidro da casa, e cada membro da família foi cortado pelos fragmentos de vidro voando. Milagrosamente, no entanto, nenhum deles sofreu qualquer lesão permanente. […] O grande velho pinheiro branco japonês e um grande número de outros bonsais estavam em bancos no jardim. Surpreendentemente, nenhum deles foi prejudicado pela explosão porque o local foi protegido por um muro alto.

Anúncios

Um trabalho escolar na Alemanha…A school task in Germany…

Agência de publicidade Leagas Delaney, em Hamburgo, na Alemanha, criou  com esses cartazes inteligentes para Plantemos para o Planeta (http://www.plant-for-the-planet.org/en ) , uma organização,  resultado de um trabalho escolar de  um garoto de 9 anos de idade.


Alguns anos atrás aos  9 anos de idade, Felix Finkbeiner recebeu a  tarefa de escrever um relatório na escola sobre a mudança climática. Enquanto  trabalhava  no relatório, Felix descobriu  a história da ativista queniana Wangari Maathai , que trabalhou para plantar árvores em toda a África. Felix propôs que as crianças do seu  país poderiam  fazer a mesma coisa. Ele sugeriu uma meta: plantar 1 milhão de árvores, começando com sua própria escola que plantou a primeira árvore em março de 2007.


Felix foi eleito para o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas e seu projeto da escola se transformou em uma organização real. Em 2011, eles atingiram seu objetivo de plantar 1 milhão de árvores. A

Ad agency Leagas Delaney in Hamburg, Germany, came up with these clever posters for Plant for the Planet, an organization that stemmed from a 9-year-old’s school assignment.
A few years ago, 9-year-old Felix Finkbeiner was given the task of writing a school report about climate change. While working on the report, Felix ran across the story of Kenyan environmental activist Wangari Maathai, who worked to plant trees across Africa. Felix proposed that children from across the country could do the same thing. He suggested a goal of planting 1 million trees, starting with his own school who planted the first tree in March, 2007.
Felix was elected to the United Nations Environment Programme and his school project turned into a real organization. In 2011, they reached their goal of planting 1 million trees. Now, how cool is that?
Do site:  Neatorama Facebook Site

Cortar,destruir ou transplantar?The tree spade

Nova tecnologia permite transplantar árvores e sua base (terra) para outro local sem prejudicar a natureza.Rápido e fácil!Veja o video. It’s called a tree spade — a piece of heavy equipment previously unknown to me but apparently widely available. Here’s one in Berwick, Australia slicing into the earth several feet below the surface, then carrying then entire mass down the road.

Caça às Figueiras centenárias em Porto Alegre-Figueiras Tree sentenced…(text in english)

veja fotos no final-see the pictures below-
O mês de janeiro esta sendo terrível para árvores centenárias em Porto Alegre,pois as mesmas,segundo as autoridades, “estão onde não deveriam estar”…O jornal Metro,edição de 18 de janeiro mostrou o corte de uma Figueira nativa na praça Otávio Rocha no centro de Porto Alegre, árvore esta com 15 metros de altura.A desculpa técnica é que a mesma apresentava risco de queda sobre a via. No mesmo mês, dia 27 de janeiro último,dentro de um terreno privado, mais 78 espécimes foram condenadas ao mesmo fim .Entre todas estas espécies estão listadas também mais 5 figueiras.Uma delas já foi derrubada na sexta feira,conforme mostrou o jornal.Quem solicitou o corte foi a Infraero,alegando proximidade ao aeroporto da cidade…???(veja a foto!).No entanto fazem 50 anos que o aeroporto esta lá e nunca houve qualquer problema!! Segundo o jornal ,informação dada pelo município, haverá compensação da remoção das árvores com o pagamento de R$ 55,00 ou U$ 31,61 por árvore…



Praça Otávio Rocha
Otávio Rocha Square

 The month of January is being terrible for trees in the City of Porto Alegre.According to the authorities,”they are where they should not to be” … The Metro newspaper, edition of January- 18 ,showed the court of a native Figueira in the Otavio Rocha Square in downtown Porto Alegre.That tree was 15 meters high.The technique excuse was that there was risk of falling to the track. That same month, the 27th of January last, in a private land, over 78 specimens have been sentenced to the same end. Among all these species are Figueiras. Also listed here five more of them has been overturned on Friday, as shown by the court was requested jornal.Infraero(government agency), claiming proximity to the airport from the city …???( see photo!). However the 50 years that the airport is there and there was never any problem! The newspaper said information given by the municipality that will offset the removal of trees with the payment of $ 55.00 or U.S. $ 31.61 per tree …



5 Figueiras próximo ao aeroporto…mais 73 outras árvores!
Near the airport,5 Figueiras and 73 others specimens…
4 Figueiras still there….





A Figueira de Florianópolis com mais de 130 anos,preservada…
In the city of Florianópolis,a centenary Figueira,still there (130 or more years).

 link para o Jornal:
http://www.readmetro.com/en
escolha/choose : Porto Alegre
edição de 2012-01-27
edição de 2012-01-18

Árvores mortas são pintadas e revitalizadas.

Curtis Killorn pinta árvores mortas e “revitaliza” com cores o que antes era apenas uma carcaça destinada
a  apodrecer…alguns aprovam outros acham que a natureza deveria ficar como esta…

When trees die, we tend think they’ve past their prime and lost all their beauty. Curtis Killorn sees things a bit differently. The Colorado-based artist breathes new life into dead trees by painting them with bright, psychedelic colors.

“Nature is already so beautiful, and full of such depth and grace… and it is NOT my intention to mask or enhance it in any way,” says Killorn. “Much in the way that we paint each other’s skin out in the desert, the intention is to bring out the beauty which is already there.

“The trees that I paint are long dead and weathered by hundreds of years. What I do is bring ‘life’ back to the tree in a completely new way. This tree which was once dead is now vibrantly alive to be noticed by all, no longer blending in with all the other dead trees.”

Chega de páginas amarelas -Stop Yellow Pages(also a video)

We don´t need it too!!

Cinquenta anos atrás justificava-se o uso de listas telefônicas.Hoje com a internet, pelo menos

//www.youtube.com/get_player

nos países mais desenvolvidos, a utilização dos “guias” poderia ser reduzido…mas ao contrário, visando o lucro, as empresas enviam mais e mais páginas amarelas para as residências,pois também faturam com as propagandas impressas.

Em tempo de busca de soluções para o meio ambiente, aí esta mais uma maneira de reduzir o abate de árvores pelo planeta.

Uma árvore diferente. A different tree.(also in english)

O eucalipto deglupta é uma árvore alta,conhecido popularmente como o “eucalipto arco-íris”. Sua distribuição natural abrange Nova Inglaterra, Nova Guiné, Ceram, Sulawesi e Mindanao.
Esta árvore é cultivada para fins ornamentais, devido à listras multi-coloridas que cobrem o tronco. Manchas de casca exterior aparecem anualmente em diferentes épocas, cobrindo a casca verde-claro interior. A substituição da casca e amadurece para dar azul, roxo, laranja e tons de marrom, em seguida.
Eucalyptus deglupta is a tall tree, commonly known as the Rainbow Eucalyptus. Its natural distribution spans New Britain, New Guinea, Ceram, Sulawesi and Mindanao.
This tree is grown for ornamental purposes, due to the showy multi-coloured streaks that cover the trunk. Patches of outer bark are shed annually at different times, showing the bright-green inner bark. This then darkens and matures to give blue, purple, orange and then maroon tones.




Os Ipês anunciam que ainda há muita vida no planeta…

Clique na foto para entender: aumente o tamanho da foto.

Os Ipês florescem em diferentes partes em nossa cidade.As cores são variadas.É o prenúncio de uma
nova estação.
A foto abaixo foi obtida por um gaúcho de Passo Fundo 
.Ela mostra a força da natureza que teimosamente procura vencer o homem que também é parte do sitema , mas
permite a destruição e já sofre os efeitos da sua falta de cuidados.Enchentes,furacões,tsunamis,seca e
outros fenômenos extremos não passam de uma resposta à altura da destruição que estamos causando
ao planeta.

foto de Leandro Barcelos – gaúcho de Passo Fundo.