Pense antes de comer : 20% !! Today 925 million people didn’t eat nothing !

Anúncios

Compartilhe sua comida! Share your meal!

A plataforma virtual Shareyourmeal foi criada na Holanda para reduzir o desperdício de alimentos nas residências. O serviço na web permite que as pessoas comprem e vendam as sobras de refeições em boas condições a preços acessíveis, compartilhando a comida que seria jogada no lixo.
O sistema foi criado no ano passado, por um casal de Amsterdã, e já está presente em várias partes do mundo, inclusive em cidades brasileiras. A rede social conta com mais de 45 mil usuários, entre cozinheiros e compradores de comidas, que já compartilharam mais de 73 mil pratos.

                                             Infográfico dos usuários em alguns países

                                            Na América o movimento a recém começa…

A plataforma possui uma ferramenta de busca de refeições e alimentos, em que os usuários podem procurar os pratos disponíveis no sistema, informando os nomes e os ingredientes usados nas receitas, além da quantidade que será comprada.
Do outro lado do computador, os cozinheiros também precisam fornecer dados, incluindo os preços e os prazos de validade. Se o usuário encontrar os alimentos que procura, deve entrar em contato com o vendedor e buscar as refeições em um horário e local combinado. Caso os clientes cancelem a compra, as sobras de alimentos são oferecidas a outra pessoa que participa da rede.
De acordo com Marieke Hart, fundadora do Shareyourmeal, o serviço gratuito surgiu quando ela e seu marido sentiram um forte cheiro de comida na casa do vizinho. Segundo o casal, as refeições são um dos mais importantes meios com que as pessoas se conectam. 

4.000.000.000 de toneladas (1 tonelada = 1.000 kg) de alimentos são produzidos anualmente em todo o 
mundo. em torno de 25% disso vai para o lixo = 1.000.000.000 toneladas
Four billion tons of food are grown and raised worldwide every year. About 25% of that goes to waste. 

O tempo necessário para um Big Mac/Working time needed to buy a Big Mac

O jornal “the Economist” publicou uma tabela com comparativos de tempo de trabalho necessário para poder adquirir um “big mac” em 73 cidades do mundo, baseados
em 14 profissões semelhantes. Observe que no México trabalha-se mais de duas horas para adquirir um destes lanches enquanto que em Chicago apenas 12 minutos.
From The Economist, a chart showing “how long it takes a worker on the average net wage to earn the price of a Big Mac in 73 cities.”