"Pedras" na água…e agora?

artigo constante no site da Água Mineral Itati :
http://www.itati.com.br/#/pt

Achei PEDRAS NA ÁGUA! E agora?
Você já deve ter notado em alguma oportunidade que ao usar o chuveiro elétrico, os furos que escoam a água começam a ficar entupidos.
Também já deve ter visto dentro da chaleira na cozinha que, após aquecer a água do café ou chimarrão, ao longo do tempo aparecem pequenas pedrinhas brancas dentro dos recipientes.
O que significa isto?
Ocorre que a maioria das águas minerais extraídas no Rio Grande do Sul são classificadas com “alcalino-bicarbonatada”.
A ITATI é uma delas. Quando este tipo de água rica em bicarbonatos (especialmente o bicarbonato de cálcio) é aquecida ocorre , transformando o bicarbonato em carbonato de cálcio.
Este último é insolúvel em água, formando os depósitos encontrados nos furinhos do chuveiro e na chaleira de cozinha.
Mas isto pode ser um problema?O parâmetro para avaliar esta formação de depósitos chama-se “dureza da água”.

O nome é engraçado, mas a dureza da água é a medida da quantidade de carbonato de cálcio encontrada na água.
Em princípio não há problema algum com estes depósitos. Mas em alguns casos o carbonato de cálcio pode tornar-se prejudicial à saúde humana se estiver presente na água e a quantidade for superior a 500 mg/l (miligramas por litro), e a ingestão do líquido for em quantidades muito grandes.
E a ITATI? É uma “água dura ou mole”? (risos)Conforme análises do LAMIN da CPRM – Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais, a dureza da ITATI Água Mineral Natural nas suas diversas fontes vai de 10 a 36 mg/l.
Ou seja, menos de 10% do máximo recomendado.
Para concluir, a formação destes depósitos no processo de aquecimento da água pode ser até benéfica, uma vez que diminui mais ainda a dureza da água ao precipitar o cálcio. Ou seja: você pode fazer o seu chimarrão, seu chá ou cafezinho com ITATI com a certeza de estar ingerindo algo que faz bem a sua saúde!
Contribua com novos artigos e envie seus textos ou sugestões de temas para blog@itati.com.br.

observação do nosso blog: é muito boa esta água Itati !

Anúncios

Por que as ONGS não "existem " no nordeste?

enviado por e-mail pelo amigo Silvio L.
Por que não tem ONGs no Nordeste seco?
.
O Conversa Afiada recebeu uma colaboração de um leitor. O texto abaixo faz uma comparação entre o trabalho e a presença das Ongs estrangeiras na Amazônia e no Nordeste:
.
Você consegue entender isso?.
Vítimas da seca Quantos? 10 milhões
Sujeitos à fome? Sim
Passam sede? Sim
Subnutrição? Sim
ONGs estrangeiras ajudando: Nenhuma.
Índios da Amazônia
Quantos? 230 mil
Sujeitos à fome? Não
Passam sede? Não
Subnutrição? Não
ONGs estrangeiras ajudando: 350
.
Provável explicação: A Amazônia tem ouro, nióbio, petróleo, as maiores

jazidas de manganês e ferro do mundo, diamante, esmeraldas,
rubis, cobre, zinco, prata, a maior biodiversidade do planeta
(o que pode gerar grandes lucros aos laboratórios estrangeiros)
e outras inúmeras riquezas que somam 14 trilhões de dólares.
.
O nordeste não tem tanta riqueza, por isso lá não há ONGs
estrangeiras ajudando os famintos.
.Tente entender: Há mais ONGs estrangeiras indigenistas e
ambientalistas na Amazônia brasileira do que em todo o
continente africano, que sofre com a fome, a sede, as guerras
civis, as epidemias de AIDS e Ebola, os massacres e as minas terrestres.
Agora, uma pergunta: Você não acha isso, no mínimo, muito suspeito?
É uma reflexão interessante.