A paz precisa de um tempo para florescer ! Peace – world needs it.

Anúncios

O Street View mostra o mundo para você. Transit locations by Google Street View

Passear pelos canais de Veneza, nadar  em Galápagos ou escalar o Burj Khalifa, em Dubai, o Street View traz alguns dos mais belos e emocionantes lugares ao redor do mundo e pode ajudar a reduzir o estresse da viagem, dando-lhe uma pré-visualização do que você poderá ver ao vivo. O  Street View mapeou  locais de trânsito globais que incluem 16 aeroportos internacionais, mais de 50 estações de trem e metrô, e até mesmo o museu da Porsche em Stuttgart, Alemanha. (Foto abaixo). No link está um mapa interativo para que você possa ver os novos locais de trânsito do Street View no mundo inteiro.
https://mapsengine.google.com/map/edit?authuser=0&hl=en&mid=zqafVP2X3Jp8.kL0YSq0tl8qw

Street View’s first efforts to map global transit locations include 16 international airports, over 50 train and subway stations, and even the Porsche museum in Stuttgart, Germany. 

Um trabalho escolar na Alemanha…A school task in Germany…

Agência de publicidade Leagas Delaney, em Hamburgo, na Alemanha, criou  com esses cartazes inteligentes para Plantemos para o Planeta (http://www.plant-for-the-planet.org/en ) , uma organização,  resultado de um trabalho escolar de  um garoto de 9 anos de idade.


Alguns anos atrás aos  9 anos de idade, Felix Finkbeiner recebeu a  tarefa de escrever um relatório na escola sobre a mudança climática. Enquanto  trabalhava  no relatório, Felix descobriu  a história da ativista queniana Wangari Maathai , que trabalhou para plantar árvores em toda a África. Felix propôs que as crianças do seu  país poderiam  fazer a mesma coisa. Ele sugeriu uma meta: plantar 1 milhão de árvores, começando com sua própria escola que plantou a primeira árvore em março de 2007.


Felix foi eleito para o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas e seu projeto da escola se transformou em uma organização real. Em 2011, eles atingiram seu objetivo de plantar 1 milhão de árvores. A

Ad agency Leagas Delaney in Hamburg, Germany, came up with these clever posters for Plant for the Planet, an organization that stemmed from a 9-year-old’s school assignment.
A few years ago, 9-year-old Felix Finkbeiner was given the task of writing a school report about climate change. While working on the report, Felix ran across the story of Kenyan environmental activist Wangari Maathai, who worked to plant trees across Africa. Felix proposed that children from across the country could do the same thing. He suggested a goal of planting 1 million trees, starting with his own school who planted the first tree in March, 2007.
Felix was elected to the United Nations Environment Programme and his school project turned into a real organization. In 2011, they reached their goal of planting 1 million trees. Now, how cool is that?
Do site:  Neatorama Facebook Site

Uma porta para o mundo! See places around the world!

“The Secret Door” é um aplicativo onde você é levado para diferentes lugares do planeta.Irá entrar em lojas, casas, museus, pontos turísticos,etc…ver detalhes que somente viajando poderia ver…vale a pena experimentar!
http://www.safestyle-windows.co.uk/secret-door/

 The Secret Door is a passageway to just about anywhere on Earth. Hosted by U.K. window and door replacement company Safe Style, The Secret Door shows the visitor a virtual door you can click on. Then, using Google Street View, you are shown a random place on the planet. That can be the Great Wall of China or the streets of New York. Or you can take a look inside the White House. If you want to see something else, click on ‘Take me somewhere else’ on the left side of the screen.

Cursos universitários – site -5.040 videos aula. !

Os melhores cursos universitários do Brasil e do Mundo ao alcance de todos! O Site possui 5.040 vídeo aulas, de 13 universidades, de 168 professores e 238 cursos. Um portal que disponibiliza mais de 5 mil vídeo aulas gratuitas de diversas áreas de várias instituições do Brasil e do mundo (vídeos legendados).

O portal quer democratizar a educação de alta qualidade no Brasil. Distribuir o conhecimento dos melhores professores e universidades do mundo – de graça, para todos. Dar acesso ao conhecimento, a qualquer pessoa interessada em melhorar sua vida.
  http://www.veduca.com.br/

O planeta esquenta…54° C na Austrália!


No Brasil temos sensação térmica de 50° C. Muito quente !! Porém na  Austrália, agora, eles tiveram que adicionar duas novas cores para o gráfico de previsão de tempo. Roxo e rosa agora podem ser vistos no mapa da Austrália onde quebrou-se  um recorde de 50 anos de  temperatura alta histórica : 50,7 graus Celsius. A gama agora vai até 54 graus, que é 129,2 graus Fahrenheit.
A Temperatura de segunda-feira quebrou o recorde de temperatura média nacional e a temperatura média. Um total de seis dos 20 dias mais quentes na Austrália foram registrados em 2013.
Dá para se preocupar…

Mochilas de kevlar para crianças ! Ballistic protection for children !

Do jeito como as coisas vão as mochilas e roupas de alunos de escolas pelo mundo devem
ser fabricadas ou possuirem  proteções contra disparos de armas.Esta abaixo resiste a
uma pistola de 9mm ou .44 mangnum.Realidade mundial, infelizmente.
LaRue Tactical’s kevlar composite armored plate might help you stay safe out in the world. The half-inch thick panel slips into standard backpacks and provides level IIIA ballistic protection. That means it can stop a 9mm or .44 magnum round.

O cogumelo que come plástico!! A mushroom that eats plastic!

Pesquisadores da Universidade de Yale descobriram recentemente um cogumelo nas selvas do Equador, que  consomem  poliuretano, um tipo muito comum de plástico.

Veja mais sobre esse fungo surpreendente:

Os fungos, chamados de “Pestalotiopsis micrósporo”, é capaz de sobreviver consumindo apenas plástico, o sem a necessidade de ar ou luz.

Os estudantes Jonathan Russell e Pria Anand escreveram na revista ‘Applied and Environmental Microbiology ” que a enzima do fungo usa para se decompor plástico foi isolado.
Os cientistas esperam usar a substância extraída para resolver problema do excesso do lixo plástico e ajudar os projetos de biorremediação.

Finalmente uma forma criativa e natural para ajudar a resolver o nosso problema do lixo global.

Researchers from Yale University recently discovered a mushroom in the jungles of Ecuador that is most magical indeed, for this little fungus dines on polyurethane, a very common type of plastic.

Here’s more on this amazing fungus:

The fungi, called “Pestalotiopsis microspore”, is able to survive on eating plastic alone—while without the need for air or light.

Students Jonathan Russell and Pria Anand have written in the journal ‘Applied and Environmental Microbiology’, that the enzyme the fungus uses to decompose plastic has been isolated.

Scientists hope to use the extracted chemical to solve the plastic trash and help bioremediation projects.

Now that’s a creative way to help solve our global waste problem !

Link

Buraco gigantesco(hoje) no meio da rua na Guatemala! Sinkhole in Guatemala (Karst Topography)


…na capital da Guatemala, após erupção vulcânica e dos ventos -tormenta- “Agatha” – que
causaram mais de 100 mortes,o incrível fenômeno com mais de 60 metros de profundi-
dade e 30 metros de diâmetro e que engoliu um pequeno prédio de três andares…
Bem no cruzamento…incrível…, caso alguem duvide…abaixo a comprovação depois de confirmação com o governo local, com links…
Veja blog local com mais detalhes
http://josemanuelmayorgas.blogspot.com/2010/05/hundimiento-en-zona-2-11-avenida-y-6a.html

This photos shows a massive, spontaneous sinkhole (“hundimiento”) that appeared today in Zone 2 of Guatemala City, after overwhelming saturation of rains from tropical storm Agatha.It´s a 60m-deep sinkhole which reportedly swallowed
up a three-storey building.

Not Photoshop, sadly: these happen from time to time during major storms in part because of unstable geology (and bad urban engineering—read more about it in the comments). There are rumors of similar sinkholes now forming nearby.

ps:
1) it’s not Photshopped or otherwise hoaxed
2) This is not a photo from 2007.
The phenomenon of “hundimientos,” or rain-flooded earth during disaster-level storms just opening up and swallowing roads and buildings, is something endemic to Guatemala because of the local geology. I’m not a geologist, but I’ve spent a lot of time there. There’s a lot of limestone, urban development on top of what used to be cave systems, lots of volcanoes, etc. So this does happen. If any geologists are reading this and have time to explain some of the science, that would be great. But yeah, it happens.
Here is a related news report from today in Prensa Libre (Spanish). Here’s another in La Hora. Not sure who took these photos, but more here.

outro link abaixo -jornal “The Guardian” da Inglaterra.
another link:

O mundo com 100 pessoas: como seria?

images clickables

68 respirariam um ar limpo
32 respirariam ar poluído…
20 pessoas consumiriam 80%
80 pessoas consumiriam 20% 01 pessoa seria portadora do vírus HIV
99 não estariam infectadas.

33 seriam cristãos /24 ateístas ou outras religiões / 13 seriam Hindus / 19 seriam muçulmanos

5 seriam espíritas / 6 seriam budistas.
07 pessoas teriam computador / 93 não teriam computadores.

Quer ver mais sobre o mundo que vivemos?clique abaixo:

http://ummaisoumenos.blogspot.com/2010/04/se-o-mundo-fosse-uma-vila-de-100_26.html

Se o mundo fosse uma vila de 100 pessoas…If world were a village of 100 people

6 pessoas teriam 59% da riqueza (todos dos EUA).
20 pessoas dividiriam entre sí 2 % da riqueza.
e 74% teriam que disputar 39% do dinheiro ou riquezas… …17 não teriam água limpa/potável.
83 consumiriam água em condições.

1 pessoa morreria.
2 pessoas nasceriam

48 pessoas não poderiam agir, falar de acordo com sua fé e consciência sob
pena de prisão, tortura ou morte.
52 poderiam agir livremente.

99 não teriam concluído o ensino médio.
1 pessoa teria concluído o ensino médio.


Veja mais sobre o planeta hoje nas postagens dos dias anteriores.
See more about our “planet today” at the oldest posts.